terça-feira, 25 de novembro de 2008

O caminho do coração é o caminho da coragem. É viver na insegurança, é viver no amor e confiar, é enfrentar o desconhecido. É deixar o passado para trás e deixar o futuro ser. Coragem é seguir trilhas perigosas. A vida é perigosa. E só os covardes podem evitar o perigo – mas aí já estão mortos. A pessoa que está viva, realmente viva, sempre enfrentará o desconhecido. O perigo está presente, mas ela assumirá o risco. O coração está sempre pronto para enfrentar riscos; o coração é um jogador. A cabeça é um homem de negócios. Ela sempre calcula – ela é astuta. O coração nunca calcula nada.
...
Ah!!! Que eu tenha a coragem suficiente para estar viva e fazer boas escolhas em minhas provas diárias...

sábado, 22 de novembro de 2008

Sobre o Poder do Momento Presente







NÃO CRIAR MAIS DOR NO PRESENTE

Eckhart Tolle


Nenhuma vida é inteiramente isenta de dor e de desgosto. Não será preferível aprender a viver com eles do que tentar evitá-los?A maior parte da dor humana é desnecessária. Cria-se a si própria enquanto for a mente inobservada a dirigir a sua vida.A dor que você criar agora será sempre uma certa forma de não aceitação, uma certa forma de resistência inconsciente àquilo que é. Ao nível do pensamento, a resistência é uma certa forma de julgamento. Ao nível emocional, é uma certa forma de negatividade. Aintensidade da dor depende do grau de resistência ao momento presente, e essa resistência por seu lado depende de quão fortemente você estiver identificado com a sua mente. A mente procura sempre recusar o Agora e fugir a ele. Por outras palavras, quanto mais identificado você estiver com a sua mente, mais sofrerá. Ou poderá colocar a questão deste modo: quanto mais você honrar e aceitar o Agora, mais livre estará da dor, do sofrimento -e da mente egoica.Porque é que a mente recusa ou resiste habitualmente ao Agora? Porque ela não consegue funcionar nem permanecer no poder sem o tempo, que é passado e futuro e, por conseguinte, para ela o Agora representa uma ameaça. De fato, o tempo e a mente são inseparáveis.Imagine a Terra desprovida de vida humana, habitada apenas por plantas c animais. Teria ela ainda um passado e um futuro? Poderíamos nós falar de tempo de maneira que fizesse sentido? As perguntas "Que horas são?" ou "Que dia é hoje?" - se houvesse quem as fizesse - não fariam qualquer sentido. O carvalho ou a águia ficariam estupefactos com tais perguntas. "Que horas são?" perguntariam. "Bem, é claro que é agora. Que mais poderia ser?"Sim, é certo que precisamos da mente assim como do tempo para funcionarmos neste mundo, mas a certa altura eles tomam conta das nossas vidas, e é aí que a disfunção, a dor e o desgosto se instalamA mente, para garantir que permanece no poder, procura constantemente encobrir o momento presente com o passado e o futuro e, assim, ao mesmo tempo que a vitalidade e o infinito potencial criativo do Ser, que é inseparável do Agora, começam a ficar encobertos pelo tempo, também a sua verdadeira natureza começa a ficar encoberta pela mente.Um fardo de tempo, cada vez mais pesado, tem vindo a acumular-se na mente humana.Todos os indivíduos sofrem sob esse fardo, mas também o tornam mais pesado a cada momento, sempre que ignoram ou recusam esse precioso Agora ou o reduzem a um meio para alcançarem um determinado momento futuro, o qual só existe na mente e nunca na actualidade. A acumulação de tempo na mente humana, coletiva e individual, contém igualmente uma enorme quantidade de dor residual que vem do passado.Se quiser deixar de criar dor para si e para os outros, se quiser deixar de acrescentar mais dor ao resíduo da dor passada que continua a viver em si, então deixe de criar mais tempo, ou pelo menos crie apenas o tempo necessário para lidar com os aspectos práticos da sua vida. Como deixar de criar tempo? Compreendendo profundamente que o momento presente é tudo o que você algum dia terá. Faça do Agora o foco principal da sua vida.Atendendo a que antes você vivia no tempo e fazia curtas visitas ao Agora, estabeleça a sua morada no Agora e faça curtas visitas ao passado e ao futuro quando precisar de lidar com os aspectos práticos da sua situação de vida. Diga sempre "sim" ao momento presente. Que poderia ser mais fútil, mais insensato do que criar resistência interior a algo que já é? Que poderia ser mais insensato do que opor-se à própria vida, que é agora e sempre será agora? Submeta-se àquilo que é. Diga "sim" à vida - e verá como de repente a vida começará a trabalhar para si em vez de contra si.


A Canção dos Homens Africanos

A cancao dos homens africanos

"...Quando conhecemos nossa canção, já não temos desejo, nem necessidade de prejudicar ninguém."
Estou em busca da "minha canção". Gostaria de ouvía-la sussurrada aos meus ouvidos, a cada vez que estivesse para dar um "mal passo".
E você, já conhece a "tua canção"?

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

A Lista

Photobucket
...
...
Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais...
Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...
Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?
Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?
Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?
Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?
...
Música: Oswaldo Montenegro

Efeitos Diversos

video

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Namastê

Photobucket
O Deus que habita em mim, saúda o Deus que habita em você!

Prece Irlandesa

Photobucket
Que a estrada se abra à sua frente,Que o vento sopre levemente em suas costas,Que o sol brilhe morno e suave em sua face,Que a chuva caia de mansinho em seus campos,E, até que nos encontremos, de novo...Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!

Prece Irlandesa

domingo, 9 de novembro de 2008

"Só me rendo pelo brilho de quem vai fundo"



Eu estou cansada de conviver com "crianças" de vinte, trinta,quarenta anos que, até hoje, ainda não se deram conta de que são os únicos respónsáveis pelos seus atos, escolhas, caminhos, etc,etc...Quanto tempo mais terei que ouvir desculpas para erros que merecem reflexão, precisam transformar-se em pontes para crescimento pessoal?! Pontes que não são construídas porque demandam tempo, porque é desgastante e difícil fazer a viagem para dentro de si, em busca do auto-conhecimento. Se todos aproveitassem seu tempo aqui no Planeta Terra para evoluir e tentar superar seu egoísmo e preconceito, sem atingir quem não merece com esses sentimentos de baixa vibração, nós viveríamos em um mundo onde os valores seriam outros. Ninguém precisaria "ter" para ser aceito. Ninguém precisaria "ser" para convencer, porque a única e verdadeira finalidade de aqui estarmos seria evoluir como seres humanos, almas, espíritos...

Toda verdade tem dois lados. Meu caminho não necessariamente faz a mesma curva que o seu. Então preciso ter em consideração que você talvez não enxergue a mesma paisagem que eu. Portanto, não posso julgar-te. E nem você a mim. Enxergo uma montanha e você um vale. Se tenho consciência de que o teu caminho te leva a ter experiências diferentes do meu, terei a RESPONSABILIDADE do conhecimento. Terei a responsabilidade de aceitar que tua verdade não é a mesma que a minha e RESPEITÁ-LA, porque é seu momento, seu aprendizado, que pode estar mais ou menos acelerado do que o meu. Isto é maturidade! Isto é o que está faltando àqueles que adoram se proclamar detentores da razão. Está faltando maturidade e humildade para perceber que o próximo tem também emoções, sonhos e necessidades e que seus direitos TERMINAM onde começa o do outro. Pessoas que na realidade ainda não aprenderam a importância da palavra RESPEITO e que não conseguem se situar como agentes, ativos, nos acontecimentos, portanto, co-responsáveis pelos resultados de tais. Vamos pensar gente! Vamos fazer um esforço para mudar os que nos cercam através deste exercício de respeito ao próximo!



"Duas coisas povoam a mente com uma admiração e respeito sempre novos e crescentes...o céu estrelado por cima e a lei moral dentro de nós."





"Pelo o que me diz respeito, eu sou feita de dúvidas. O que é torto, o que é direito diante da vida. O que é tido como certo, duvido. E não minto pra mim.Vou montada no meu medo, e mesmo que eu caia, sou cobaia de mim mesma.No amor e na raiva, vira e mexe me complico. Reciclo, tô farta, tô forte, tô viva. E só morro no fim. E pra quem anda nos trilhos, cuidado com o trem. Eu por mim já descarrilho. E não atendo a ninguém. Só me rendo pelo brilho de quem vai fundo. E mergulha com tudo pra dentro de si. Lá do alto do telhado pula quem quiser. Só o gato, que é gaiato, cai de pé..."




É isso aí gente! Esse foi meu desabafo!

Vamos caminhar, mas não vamos impedir o outro de sua caminhada! Vamos amar, mas permitamos ao outro o mesmo direito, sem sabotagens. Estejamos em consonância com o Deus, o Espírito Santo que habita em nós, ele nos ajudará a encontrarmos discernimento em nossos atos. Cuidemos para não nos transformarmos em estátuas de bronze, mas com pés de barro...

Assim seja. Assim já é!
Muita luz pra todos nós!!